quinta-feira, 11 de março de 2010


Talvez eu devesse me submeter a um rito de passagem. Desses onde se pinta a cara, ou onde se entoa hinos pelada ou coisa assim. Sim, uma marca que me garanta que estou entrando para uma nova existência. E aí chamaria Maria para me acompanhar. Ela viria descalço, assim como veio João quando o chamei. Ela estaria sorrindo e me daria as mãos calejadas me jurando que daqui para frente as viagens seriam mais alegres. Mas eu teria coisas a dizer a ela, não sei fazer viagens alegres, elas ficam sem graça. Maria me pegaria pelas mãos e me levaria ao lugar mais distante da cidade, diria que o rito de passagem faria ela mesma.
E ela me contaria de mim, das minhas coisas e das minhas dores. Maria seria abençoada com uma luz que só Maria, moradora de Cuiabá, teria. Ela me diria que o que vai rápido deveria ir mais devagar e o que vai devagar, deveria ir mais devagar ainda. Maria sábia, moça vivida, terra batida.
Falaria a ela que me falta luz, me faltam palavras que se bastem em uma. Talvez ela me dissesse para ter calma que as palavras vão voltar assim como muita coisa voltou. Diria a ela que quero sair do meu corpo e assim fazer meu rito de passagem. E ela me ajudaria. Eu sairia e fugiria para nunca mais ver Maria.

7 comentários:

Eiji Kumamoto disse...

eu acho que todos nós deveriamos ter os nossos ritos de passagem... provando que mudamos e que sempre somos capaz de mudar...

alua.estrelas disse...

É verdade... A vida é cheia desses ritos. E eles só surgem para que a a gente aprenda algo... Na dor ou na alegria. Não dá pra escapar deles. Mas eles passam, assim como as nuvens carregadas anunciando a chuva, que após terminar, traz de volta o sol.

Muita saudade das tuas palavras...
Beijos e ótima semana!

Anônimo disse...

It isn't hard at all to start making money online in the underground world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat downloads[/URL], Don’t feel silly if you don't know what blackhat is. Blackhat marketing uses alternative or misunderstood ways to build an income online.

Jaqueline disse...

que coisa é essa que a gente sente. vonta de dar um tempo. de fugir pra sei lá onde. de querer sei lá o que.

deviamos ter alguns ritos de passagem de acordo com cada momento.

beijos!

Janaina disse...

Oi... tanto tempo não passava por aqui. Adorei o último post. Espero ler mais em breve.
Beijos!

jefhcardoso disse...

Surpreendente o texto e eu pensando que queria a ajuda de Maria.
Boa semana.
Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com

Juliana disse...

Bom, vc sai di corpo todo dia quando vai para o Cosmos, mas volta... e um dia verá Maria novamente, talvez com outras palavras em mente...