quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Assentamento


Calma, calma. Não ria tanto. Quando o nervoso bate, põe embaixo da língua. Fica séria. Faz pose. Não passa vergonha. Reconheça os objetos. Não se perca. Segura em algum galho.
Calma, calma. Se tiver que perder o amor, vai perder, não vai dar para segurar com a mão. O amor está longe. Controle? Nenhum. Então calma, calma. Vá no seu ritmo. Escolha suas matérias, faça os seus cursos. Os rios correm, são paulos também. Avalie antes de se entregar.
Calma, calma. Eu conheço sua dor, pense que não. É dor de alma. E estamos falando de alma sempre, por mais que você duvide. É dor de subir nas paredes feito formiga grande. Eu sei da sua dor, é minha também. E não diga besteiras. A janela não está aberta, eu vi o vidro fechado. Não precisa ter medo.
Calma, calma. Olha, a vida passa, as horas são únicas. Não se afobe, mas viva. É pouco, eu sei , mas é o que tem.Vai dar pra ganhar não. O jeito é achar o equilíbrio. Caindo desse jeito vai não vai conseguir.
Assente-se.




Foto:Siting_in_the_dark__by_PinkPenguin

6 comentários:

Alexandre Henrique. disse...

Ao som de Creep, She run, run, run, run runnnnnnn , caramba estou quase deixando de acreditar em coincidências. Waaa agora é Secret Smile......
------
Poxa, eu li um rio passando em um quarto de hora! Com a engenhosidade de esconder um santo em seu lugar!A única coisa que posso dizer sobre este texto... é triste derrubar uma árvore, mas as vezes tem que ser feito, é o maldito impasse da natureza humana. Sentar. Mesmo que seja em um belo barco.
-----
Sobre a escritora;
Existe certa recomposição, neste texto, não no que parece óbvio, mas eu falo no norteamento das palavras, na construção de um elo mais forte....
---
Sobre alguém que nem conheço, mas como é fantástica!!!! ¨ E ela sempre vai achar que é isso :P, quem vai dizer que não ?¨

All the streets go by you. Here!! Here!! :)

Beijos,
Alex.

Aquela 'par', que virou ímpar. disse...

tu sonhou comigo e escreveu isso?
valeu.
eu tava tentando mentalisar essas coisas hoje à tarde.

tu sempre tão gentil ... não sei lidar com os movimentos aleatórios.
''/

Dauri Batisti disse...

Entre a ironia e o humor o texto é bom. Gostoso de ler.

Beijo.

Dauri Batisti disse...

Li de novo... gostei.

Jaque Lima disse...

Ufa. "carmei". igual a gente fala no interior. depois me senti. e olhei pras horas. que eram únicas. e passavam. enquanto eu penso no que fazer. qual porta abrir. pra onde ir. não sei. mas com calma eu me assento. e penso.


Beijo Linda!

Jaque Lima disse...

Ufa. "carmei". igual a gente fala no interior. depois me senti. e olhei pras horas. que eram únicas. e passavam. enquanto eu penso no que fazer. qual porta abrir. pra onde ir. não sei. mas com calma eu me assento. e penso.


Beijo Linda!